Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Cartas

Tema de Diário Gráfico da C. - Selos e Cartas.
"Mãe, tens livros de cartas? Preciso de ver cartas diferentes umas das outras."

Saíram da estante mágica "Correspondência Sophia & Sena" e "D'este viver aqui neste papel descripto". Pus-me a desfolhar este último...

Gosto tanto de escrever cartas. À mão, em papéis especiais, em cartões feitos por mim. Cartas banais, cartas de parabéns, cartas de notícias, cartas de amor, cartas...gosto tanto de escrever. E de escrever cartas. Escrevo-as porque gosto.

Todas estas cartas começam por "Meu querido Amor". E falam da guerra. E falam do calor. E falam de saudades. De muitas saudades de todas as espécies. E de ansiedade. Todas elas falam pela voz de um Homem que é realmente especial. Vê-se nestas cartas.

Já escrevi tantas. E de Amor? Imensas! Ridículas, de certeza, pois só assim serão verdadeiras cartas de amor. Nunca recebi uma carta de amor. Nem um ridículo bilhete de amor. Será que se tem de ser muito especial para receber cartas de amor? Será que é muito raro o homem que tem a capacidade de assumir que é ridículo e que escreve cartas de amor?

E é um livro maravilhoso, como todos os que escreve. Um livro de 425 páginas que transbordam sentimentos. Que descrevem pessoas, locais, hábitos, uma cultura diferente da nossa (ainda mais "estranha" na época em que foi escrito).

Será que ainda estou a tempo de vir a receber uma carta de amor? Ridícula. Repleta de Amor. Transbordante de Ternura, lamechice e corações trespassados por setas. Eu gostava...o que terei de fazer?

PS - E não é que ontem houve alguém que recebeu uma cartinha de Amor? Não, não fui eu...eu bem digo que acredito em cosmicidades! :-)

5 comentários:

BlueVelvet disse...

Também adoro escrever cartas, cartões, cartões de Boas-Festas...
Mesmo com a história dos e cards não aderi à moda.
Já escrevi cartas de amor ridículas e também já as recebi.
O que tens que fazer? Se soubesse a receita dáva-te, mas não sei.
Beijinhos

O2 disse...

Eu admito que as gosto de escrever, mas infelizmente desde que inventaram isto da internet deixei de as escrever á mão, acho que hoje, depois de ter ler bateu aquela saudade de escrever e enviar uma carta a alguém!

:)

beijo quentinho p espantar tanto frioooooo

Filoxera disse...

Apaixonares-te. E seres correspondida. E ele ser romântico...
Beijos.

Laidita disse...

As cartas são, realmente, muito especiais e cada vez mais raras desde que chegaram as electrónicas.

Bjs!

Vekiki disse...

Pois...o mail tem muitas culpas no cartório. Os sms também...mas quando "Ele" não é romântico, pouco mais há a fazer...sonhar é o caminho!
Beijos

Blog Widget by LinkWithin