Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Há dias assim # [1]

Em que chego ao final do dia tão cansada que só me apetece fazer aquelas conversas que oiço todos os dias às minhas "colegas Mães" trabalhadoras fora de casa...

"Ai sabes lá como é que eu ando...tão cansada...tenho tido imenso trabalho...o meu chefe é um chato...a minha Escola anda um caos, os miúdos, os professores, um ambiente horrível...depois chegar a casa, tratar dos miúdos...que horror...vou aproveitar e deixá-los nos Avós no fim de semana para poder dormir até tarde..."

Mas depois lembro-me que eu sou a sortuda que não trabalho fora de casa e portanto ninguém me levará a sério se eu tiver um discurso deste tipo. Eu nem sequer tenho chefe! Nem horas! Só faço o que me der na gana! Quem é que tem a culpa que eu seja maluquinha da cabeça e ache que tenho de ser a Mrs. Perfect? Aí, engulo tudo o que me está a apetecer dizer e compreendo o cansaço delas, a vida atribulada, a necessidade de dormir mais ao fim de semana.

O que é que adianta dizer-lhes tudo o que já fiz desde que me levantei hoje?

7 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

lol mas acredita que um chefe à mistura seria a LOUCURA

Thunderlady disse...

Não adianta. A tendência é normalmente que quem se lamenta de tudo (seja do que for) não tem capacidade opara escutar os lamentos dos outros, por mínimos que sejam.

Tu és forte, pois és. E ainda escutas os teus e os lamentos dos outros :)

mimanora disse...

Ser Mãe e dona de casa(não gosto do termo mas é o que há) é das profissões mais dificeis e incompreendidas!
Se todas as crianças pudessem ter como as tuas, a Mãe presente e a acompanhá-los tenho a certeza que teriamos no futuro melhores adultos :)

KatWoman disse...

Não adianta mesmo :(
Kat

Si disse...

Logo hoje que estou tão cansada, tão farta de aturar gente chata, tão ansiosa por dar um pontapé em alguns traseiros, tão tarde que cheguei a casa, sem sequer poder, durante o dia, dar um passeinho no blogobairro, a pensar que ia poder bater à porta desta vizinha, para me esparramar no sofá dela e contar as minhas desgraças, enquanto beberricava um cházinho e me deixava afundar na manta de pelo! Há mesmo dias assim, não é, Vera?? Pensando melhor... hoje sou eu que a convido, sim?
P.S. Traga as bolachinhas de chocolate, que isto hoje, só mesmo com bombas!!! : ) : )

BlueVelvet disse...

Mãe que é mãe, como tu, sabe bem do que falas.
Nem precisas dizer.
Ainda por cima sendo perfeccionista como tu.
Beijokas

Bárbara disse...

Realmente, não há pachorra.

Só quem passa por elas é que lhes dá valor.

Compreendo totalmente.
E não tenho a quem os deixar ao fim de semana.. são meus e só meus SEMPRE!!!

Bárbara

Blog Widget by LinkWithin