Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Chá Memorial


Alheio-me do pensamento que me inunda.
Que me assalta os dias e me lembra.
Que me enlaça.
Que não me deixa ignorar.
O que teria sido o que nunca chegou a ser.
Forte, mas efémero.
Acusa-me de medo.
Lembra-me quão efémera é, também, a Vida.

3 comentários:

O2 disse...

Ok, eu levo os scones? tens doce de morango ou coisa parecida? em q ser de fruto vermelho, n sei pq doce é de fruto vermelho.

beijos celestiais

Thunderlady disse...

Há pouco tempo eu falava com um apessoa sobre a noção de efemeridade da vida. Que só há pouco tempo ela se deu verdadeiramente conta.

Serei diferente? A efemeridade da vida e a presença e inevitabilidade da morte estão constantemente presentes me mim.

Bjoka, feliz dia de sol!

Kat disse...

Muito Interessante este texto. Gostei ;)
Kat

Blog Widget by LinkWithin