Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

quinta-feira, 5 de março de 2009

The Sound of Silence

Perdoem-me. O silêncio e a ausência de ideias transformadas em palavras. Lá fora, numas quaisquer obras, um maço bate de encontro a uma parede. Um som cavo, dois braços que levantam um peso, uma parede que se vai desfazendo em tijolos, pó e destroços pelo chão. Assim está o meu coração. Bate e parece que me sai do peito, não pela força com que bate mas pela dor que sente. Eu sou a parede. Desfaço-me. Por cima de mim passaram anos de vida e uma nova ruga surgiu no mapa da minha pele. Que crescemos com as dificuldades que enfrentamos na vida, dizem. E as tristezas? Os choques brutais que sofremos e para os quais a vida não nos fornece cinto de segurança. O que provocam eles em nós?
Perdoem-me tanta tristeza, tanto desalento, tanto silêncio...sem som

9 comentários:

Noiva Judia disse...

Há alturas em que o silêncio diz tudo...

mimanora disse...

Assim que vi o titulo lembrei-me desta música!
Gostei da escrita mas o conteúdo... és sempre tão positiva e para cima...
Assim não:(

bjks

inês disse...

Ó miga faz como eu, vai á farmácia, compras uma caixa de Ineral para o coração, começa a passar-te tudo de raspão!!!

Maria disse...

.... então?
Daqui a pouco já passa!

Amo esta música e este duo (infelizmente desfeito).

Um abraço

Filoxera disse...

Um xi-coração.

MaryandMargas - Anitas disse...

nao gosto nada de a ver triste :(
beijinho M.B.

S disse...

Porque às vezes não são precisas palavras, aquele silêncio por vezes faz falta...
há dias de tristeza, dias em que o melhor é mesmo o silêncio.
Hoje calhou-me a mim esse dia...

beijo

waterfall disse...

Esta música tem o poder de mudar tudo, porque mostra também que já vivemos muito. Coisas boas e coisa más. Mas estamos a crescer, sempre, e a aprender um bocadinho mais. Vamos a caminho... Tem de ser algo de bom.:)

Lady disse...

beijo muito grande.

Blog Widget by LinkWithin