Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

sábado, 19 de setembro de 2009

Presente especial para Pais de Filhos Especiais


video

De todos os que navegam pelo Vekiki há dois Pais Especiais que têm Filhos Especiais!
Este filme, que me chegou por mail, é para eles, sem mais palavras e com muita Amizade.

2 comentários:

Peninha disse...

Olá. Pai Especial? Sou eu?:)
Todos os pais são especiais e todas as crianças são especiais... existem umas é que precisam mais de que as orientem e as guiem!!! :)
Mas obrigada pelo video.
Eu já conhecia e é brutal.
Sabes uma das caracteristicas do meu filhote "especial", é que desenha muito bem e tem um memória fotográfica muito boa. Não tão desenvolvida como a deste video mas na realidade são duas áreas onde ele mostra bastantes aptidões. Quando vamos ao cinema ver um qualquer filme ,ele chega a casa e facilmente desenha partes do filme ou personagens com uma precisão incrivel, com bastante pormenor.
Lembro-me que quando ele tinha 3 anos e a primeira vez que fomos a Coimbra, deixámos o carro na baixa de Coimbra e fomos parte do caminho que nos levava ao Hospital pediátrico a pé. A baixa de Coimbra é muito parecida com a de Lisboa e por isso estamos a falar de ruas, ruelas, travessas, largos,etc... O trajecto que fizémos foi complexo e nada fácil de memorizar. Passados 6 meses, ele sozinho e sem indicações percorreu o mesmo caminho que eu próprio não me recordava. Foi um exemplo daquilo que já reparámos muitas vezes, tem execelente memória fotográfica. Eles normalmente desenvolvem certas aptidões dentro destas áreas onde a memória tem parte fundamental, tem uma capacidade de memorizar acima da média.
Beijinhos
Peninha

Peninha disse...

Olá Vera...
Eu próprio muitas vezes defino o Pedro como especial.
Quero é passar a mensagem que todas as crianças são especias, muito especias.
Neste mail tocaste num ponto fundamental de todas estas crianças: Quem sai do padrão de normalidade é
olhado de lado, com pena...
Acho que isto reflete o que se passa. Sabes, o mais dificil disto tudo é muitas vezes andar na rua e o Pedro ter alguns comportamentos que não são normais, que fogem à tal normalidade e aí tenho que lidar com alguns comentários do tipo parece um atraso mental, ou parece parvinho.... fico sem saber se ignoro ou se tento explicar e dizer sabem, ele é autista!! Não sei se me devo explicar.... mas se fico calado também sinto-me mal e injustiçado porque na realidade ele está no mundo dele, a fazer aquilo que ele gosta, sem maldade nenhuma mas que aos olhos dos outros é visto como "anormal".

Não é fácil... eu próprio ainda estou nesta fase de aprendizagem.
Por exemplo e por mais caricato que pareça, o Pedro gosta de tocar com o nariz dele nos das outras pessoas ou no nosso... tás a ver o chamado beijinho à esquilinho, ou à esquimó???

Sim, não escondo que dá vontade de rir e que é uma situação anormal.
Ele faz muito isso na escola, aos coleguinhas deles e é claro que à primeira vista é um comportamento estranho mas que ele tem necessidade de fazer e por mais que o chamemos à atenção ele não deixa de fazer. Tal como quando ele está muito excitado e feliz começa a saltitar no mesmo sitio e a abanar as mãos. Costumamos dizer que parece uma bailarina!!!

Os autistaas podem agitar os braços para dizerem que estão felizes ou
podem magoar-se para expressarem que não o estão... O Pedro por vezes quando está zangado dá palmadas nas próprias pernas.

Outra caracteristica é quando está feliz e empolgado anda nas pontas dos pés. (lá vem a parte da bailarina...).
Só que com isto não escapa a comentários mais "tristes" de quem não percebe o que se passa e por vezes é gozado.
Não tem muita noção de algumas coisas que passam no nosso mundo... Seria impensável neste momento eu abrir a porta de casa e deixá-lo ir sozinho para a rua, para o nosso mundo... iria se perder! Quando eu ou tu tinhamos 6 anos íamos para a rua brincar, fazer recados, sem problemas...

Tem o seu próprio mundo... onde se sentem seguros e felizes e por vezes temos que ser nós a entrar nesse mundo!!!

São crianças que não sabem muitas vezes o que se passa à sua volta e por isso estão vulneráveis a pessoas que se queiram aproveitar deles. Não tem noção de muita coisa... do perigo... do que se deve ou não fazer....
Por vezes existe uma ausência total de consciência do perigo (frente a um veículo em movimento, ou na apreciação de uma altura).

É aqui que entramos... orientá-los... traçar-lhe regras...

Começou agora uma nova etapa da vida dele... a escola primária. A primeira semana correu bem mas vamor ver daqui prá frente, quando surgiram desafios mais importantes: escrever, fazer cálculos, etc, etc.

O grande objectivo dele e nosso é que um dia ele posso ser dependente e não precise de nós...

Mas o meu grande receio,medo é que ele sempre dependa de nós e tenho que estar preparado para isso.

Mas cada dia que passa e cada conquista que ele tenha é motivo de orgulho, é mais uma lufada de ar fresco, de que vale apena acreditar que as coisas vão correr bem e que com a ajuda de todos, o Pedro e todas as outras crianças especiais vão conseguir.

Mas não é fácil viver e conviver com as coisas,comentários,barreiras,crisesque se nos deparam todos os dias. Ás vezes apetece-nos fugir pra longe!!! Beijos grandes e obrigado pelo post... PENINHA

Blog Widget by LinkWithin