Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Traffic Issues

Encontrado, algures na Net

A rua do Liceu da C. e as imediações ficam caóticas à hora da saída, principalmente no último tempo da tarde. Carros e mais carros, motas e mais motas (é motas ou motos?), rapazes e raparigas dum lado para o outro.

Hoje consegui atrasar-me um bocadinho e quando cheguei já o stress tinha abrandado e consegui pegar a minha passageira sem atrapalhar ninguém. Descemos a rua e virámos à direita (numa rua de sentido único e bem sinalizada como rua sem saída no sentido contrário aquele em que eu circulava). Fosse eu mais acelerada e teria abalroado um outro veículo que rodava em sentido contrário ao meu e proibido.

Apeteceu-me armar-me em durona. Para terminar bem o dia. Para mostrar que as louras também conseguem ser más.

Parei. O Senhor parou também. E ali ficámos os dois, de frente um para o outro. Não me apeteceu sair do carro para lhe dizer que ele estava em sentido contrário, porque estava muito frio e porque o sinal de trânsito estava mesmo virado para ele. Desliguei o carro. Atrás de nós já estavam mais dois carrinhos à espera...que o Senhor percebesse que estava enganado e nos deixasse continuar as nossas vidinhas, rumo ao aconchego do lar, em noite fria. Mas ninguém buzinou! E o Senhor também não se mexeu.

- C., sai lá do carro e vai lá dizer ao Polícia que está à frente da Escola que está aqui um Senhor que não nos deixa passar!

- Oh Mãe, achas? ...tenho vergonha...

- Vai lá, anda!

Lá foi ela.

Assim que a viu sair do carro, o Senhor saíu também do carro dele e dirigiu-se para o meu vidro (que está avariado já há um tempo e não abre para comunicações com o exterior). De lá de fora, do frio, sem eu abrir a porta, perguntou-me se a rua só tinha um sentido. Disse-lhe que sim. Virou costas e enfiou-se dentro do seu carrinho.

A C. chegou com o Polícia da Escola Segura (que também não morre de amores por mim nem eu por ele, mas isso são outras histórias!). Ela entrou no nosso carrinho, o Polícia dirigiu-se ao outro.

Conseguimos avançar.

Gostei desta minha manifestação de força! Está na moda, não está?

Louras ao poder!!!

4 comentários:

Daqui te vejo disse...

Ainda dizem que há insegurança no nosso País!!!
Analisando friamente o descrto, parece-me que o agente da autoridade depois de abordado pela C., fez uma avaliação dos acontecimentos:
1- A loira mãe da miuda tá metida nisto;
2-Sou agente da escola segura, logo tenho de garantir a segurança dos alunos;
3-Se a loira mãe da muida está metida nisto, há que defender a população dela;
4-Dado o conhecido grau de loucura da mãe da muida, os putos da escola que se lixem, há alguem em perigo;
5-Tenho de ir ver o que se passa;
6-Pobre automobilista infractor está à mercê da loira mãe da muída;
7-Hummm, como não me pagam o subsídio de risco, é melhor não me meter com ela, vou ver se o automobilista se acobarda e isto não dá em nada;
8-Ufa, o pobre homem já está a retirar o carro;
9-Bem já me escapei desta

KatWoman disse...

Boa descrição dos pensamentos do polícia, "DaquiTeVejo".
Não comento muito este post até porque eu já estive no lugar do referido infractor, inadvertidamente, claro!
Quanto à tua dúvida linguística, diz o ciberdúvidas que:
"Ambas as formas se encontram registadas, pois ambas se usam realmente." http://ciberduvidas.sapo.pt/pergunta.php?id=22055.

Para finalizar, Loiras ou Morenas, Mulheres ao Poder ...

... e a vida sorri!

Kat

http://belitaarainhadoscouratos.blogs.sapo.pt disse...

You rock!!!

waterfall disse...

:))

Blog Widget by LinkWithin