Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Balada para os nossos Filhos

Um filho é como um ramo despontado
do tronco já maduro que sou eu
um filho é como um pássaro deitado
no ninho da mulher que me escolheu
Um filho é ver-se um homem prolongado
no mundo da verdade em que nasceu
um filho é ver-se um homem atirado
das raízes da terra para o céu
Meu filho minha vida és meu sangue e meu caminho
meu pássaro de carne meu amor
meu filho que nasceste do ventre do carinho
da minha companheira que deu flor
João é um botão de cravo rubro
Joana é uma rosa cor de Abril
dois filhos que eu embalo
e que descubro
que sendo só dois podem ser mil
Dois filhos do amor e da ternura
que sendo de todos não são de nenhum
e não há no mundo coisa mais pura
que a gente amar em todos cada um
Meu filho minha vida és meu sangue e meu caminho
meu pássaro de carne meu amor
meu filho que nasceste do ventre do carinho
da minha companheira que deu flor

Palavras maravilhosas de José Carlos Ary dos Santos,
para a voz inconfundível de Fernando Tordo

Sei que este post vai ficar enorme e poderá perder alguma da sua força, mas não posso deixar de dizer porque publiquei, hoje, este poema.
Esta canção é daquelas que faz parte da minha vida. Dum passado onde se concentraram momentos muito bons, muito musicais, muito de manifestações de rua, de intervenção. Esta canção fazia parte das que cantávamos com muito prazer. Sempre a achei linda e, agora, Mãe de quatro filhos, não posso deixar de a considerar ainda mais bonita. Publico-a hoje para a dar a conhecer à Kat. Espero que ela goste. Tenho pena de não a ter encontrado com a respectiva música e voz no YouTube. Ficam as palavras.

7 comentários:

Pedro disse...

E não teve o Ary filhos! Muito bonito, o poema e desconhecia por completo!

Angelik disse...

Os nossos filhos são o nosso mundo... a nossa razão de existência!

Adorei este post!
Beijocas

Peninha disse...

Não conhecia...
Muito bonito!!!
Beijocas

KatWoman disse...

Obrigada pela procura. O Poema é Lindo.
Kat

KatWoman disse...

Em troca das palavras do poema do Ary dos Santos dou-te as notas do Fernando Tordo.
Pesquisa "balada para os nossos filhos" no youtube. ;)
Kat

Filoxera disse...

Hmmm... Filhos, música, belas coisas que temos na vida.

BlueVelvet disse...

Quando tomarmos o nosso chá conto-te a história desta canção.
Beijinhos

Blog Widget by LinkWithin