Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

terça-feira, 17 de março de 2009

Caligrafia, ou como eu me elogio a mim própria...

Desde pequena que gosto de escrever. Lembro-me da minha Professora primária ter uma letra cheia de floreados. Lembro-me que nunca dei erros e que sempre tive "uma letra muito bonita". Os anos foram passando, eu fui avançando na minha escolaridade. Habituei-me a ver a minha letra em várias mãos, pois era comum os meus cadernos serem fotocopiados para os meus apontamentos servirem para o estudo de colegas e amigos. Sempre gostei de tirar apontamentos, de escrever tudo o que me parecia importante e nem isso me fez estragar a letra. Continua certa, escreva em linhas ou sem elas, e cheia de floreados "que já não se usam", ao ponto de haver quem olhe para o que escrevo à mão e diga que não percebe nada...para me irritar, claro!

Ontem e hoje, para além de dias de outras semanas anteriores a esta, estive fechada numa sala, numa escola, numa Comissão de Análise de Candidaturas a Director. Como sempre, escrevi que nem uma desalmada, para que quando chegar a hora de fazer os relatórios, esteja tudo bem explicadinho no papel, sem margem para dúvidas. Ao longo destes dias tenho ouvido exclamações perante a imagem das palavras que se alinham no meu caderno. E fico vaidosa. E tenho pena que estas palavras não estejam manuscritas para que todos vós possam dar opiniões sobre os meus arabescos, mas reconheço que gosto muito, também, de escrever nesta máquina e não é por isso que perco "a mão"!

10 comentários:

MaryandMargas - Anitas disse...

Eu ADORO a sua letra. Leio vezes sem conta os postais que a tia me escreveu quando estava de ferias exactamente por causa dos "floreados", é mesmo gira ;)
Beijinho M.B.

calamity jane disse...

Sempre adorei escrever mas sempre tive uma letra... instável. Depende de mujita coisa, inclusivamente do suporte e da caneta. Mas acho a escrita à mão imprescindível e uma vez postei mesmo sobre o assunto. Deixa cá ver se encontro...

calamity jane disse...

Ora aqui está:
http://nadacomorealmente.blogspot.com/2008/01/posta-mo-ou-elocubraes-desmesuradamente.html

(só para gente doida...)

Kat disse...

É verdade que tens uma letra muito certinha e cheia de floreados e arabescos.
As tuas ideias convertem-se em frases vertidas sobre uma mancha compacta de linhas, que fazem lembrar ondas de letras alinhadas deslizando pelo branco da folha.
Letras bonitas de ver mas difíceis de ler ;)
Kat

paulofski disse...

A minha caligrafia adulterou-se, já não a reconheço e disso falarei num post futuro.

mjf disse...

Olá!
Eu tenho letra de médica :=)
eheheheh

beijocas

Peninha disse...

Eu ainda hoje escrevo muito... já escrevi muito mais!!
Tenho alguns amigos que estão longe e sempre que lhes escrevo faço-o à mão!!!!
Postais de Natal... ainda envio uns quantos, escritos à mão...
Ainda esta semana tive necessidade de escrever uma carta para a administração do condomínio do prédio onde vivo e foi manuscrita.
É certo que grande parte das coisas hoje em dia são feitas em frente a um computador, o que nos facilita imenso principalmente quando depois de reler verificamos que temos coisas a corrigir mas não deixei de escrever...

Gi disse...

Também tenho uma caligrafia bonita;
As pessoas ainda se espantavam mais por ser canhota.
Como se os canhotos fossem seres anormais.

Thunderlady disse...

Eu quando era miúda era mais contas e números.

A minha opinião já a dei pessoalmente :) Mas eu digo outra vez: tens uma letra l-i-n-d-a.

É verdade sim, é verdade.

Fatima disse...

Vera posso dar uma sugestão?
Escreves uns posts e papel, e fazes scan.... boa?


É tão bom escrever!

Blog Widget by LinkWithin