Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

quinta-feira, 24 de março de 2011

E Agora?


Hoje celebra-se o aniversário de Houdini. Mágico. Um dos maiores da história.
Faz sentido. Associar o dia que hoje vivemos ao aniversário deste homem.
Sem que algum passe de mágica tenha sido utilizado nos últimos tempos, eis que nos vemos mergulhados num país de contestação, de greves, de manifestações, de muito descontentamento social. Não é o nosso país o único a lutar por sair de uma crise global. Os mercados, o petróleo, o preço dos combustíveis que mexe em todos os preços com que temos de conviver. Medidas de austeridade e apelos ao bom senso e à compreensão dos povos.
Magia. O que todos pedimos. Um pouco de magia que devolva a cada um de nós, e a todos, no geral, a crença em que as coisas vão mudar. Para melhor.
Infelizmente não consigo descortinar neste pedido de demissão e na marcação de eleições legislativas (para Junho?) um caminho de mudança para melhor. Não existe qualquer magia nesta situação. Ficámos sem Primeiro Ministro. Ficamos sem Governo, ou com um Governo demissionário que não irá fazer mais do que manter uma aparência de governo de um país onde poucos acreditam em alguma coisa. As eleições serão marcadas e todos iremos votar, em Junho. Daqui a três meses. Até lá, tudo estará em banho-maria. Alternativa? Lamento mas não consigo ver nenhuma alternativa real. Vamos ver o Governo PS substituído por um Governo PSD (quiçá, uma nova coligação PSD/PP) que durante um bom par de meses irá dizer que não tem outra forma de resolver os problemas deixados ao País pelo seu antecessor senão tomar medidas socialmente ... . E nós, os portugueses eleitores, vamos acreditar que realmente a culpa não é destes, é dos outros. E tudo vai ficar na mesma. Porque quem para lá vai não é muito diferente de quem lá esteve até agora. Porque as medidas de austeridade e contenção de despesas não têm como ser evitadas. Porque os preços dos combustíveis não vão descer, apesar de a sua subida fazer com que tudo suba e com que os problemas sociais se agravem. Quem não tem dinheiro não vai passar a tê-lo. Quem não tem emprego, não vai passar a tê-lo. Quem não sabe o que fazer para poder pagar as contas de supermercado, água, luz e gás, não vai passar a saber. Como por magia.
Estamos contentes por o PEC4 ter sido chumbado. Estamos contentes e festejamos a demissão do Primeiro Ministro. E sabemos o que vamos fazer a seguir? Sabemos quem queremos que nos governe? Acreditamos nessa pessoa ao ponto de passar a aceitar medidas suas como boas? Eu acredito que ainda existem algumas pessoas que poderiam sair da posição de comentadores e observadores e "aconselhadores" e assumir o governo deste país completamente desgovernado em que vivemos mas não me parece que esses queiram sair do seu lugar confortável e arregaçar mangas e sujar mãos e suar para mudar. Portanto, meus caros, o Governo caíu, o PM vai sair de cena, e nós vamos ficar na mesma. Pior, em banho-maria até Junho, depois em período de silly-season, e depois, talvez em Setembro, comecemos a ouvir falar em novas medidas. Que não vão ser, de certeza, de crescimento da economia. Do país e das Famílias...
...mas festejamos...

(ler o que escreveu PRD)

1 comentário:

Luísa disse...

Vera, é provável que, no plano da qualidade de vida, pioremos. A situação financeira está tão enevoada, que é provável que tenhamos de pagar ainda mais do que já pagamos. Mas acho que no plano da confiança só podemos melhorar. Porque aí, sim, batemos no fundo do poço. Não será difícil encontrar, não quem venha com políticas ou medidas diferentes, mas quem consiga cumpri-las com um mínimo de competência técnica e de rigor, de modo a sedimentar num pacote e nos poupar a pacotes subsequentes, por natureza cada vez mais onerosos. O problema, para mim, nunca esteve nas políticas, mas na deficientíssima execução delas. Uma lástima!

Blog Widget by LinkWithin