Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Perdoem-me...pequei!

A Velvet desafiou-me - Revelar a minha relação com os pecados capitais.

Como se não bastasse desafiar-me do outro lado do bairro, qual duelo de vizinhas, ainda se atreveu a pedir-me que expusesse aqui, linha a linha, para todos lerem e comentarem, os meus pecados mortais.

Para além de ter que os expôr na minha pele, tenho que os definir:

Gula: Comer a toda a hora e/ou além do necessário; Já fui muito mais gulosa do que sou actualmente. Há duas ou três coisas às quais não consigo resistir (cerveja bem fresca, amendoins, caracóis) mas como balançadependente que sou, consigo controlar bem as minhas vontades irracionais de fazer disparates!

Avareza: Cobiça de bens materiais e/ou dinheiro; Por aqui não me apanham. O meu nível de consumo resume-se ao estritamente necessário, o que quer dizer que facilmente me encontrarão num supermercado perto de mim a fazer compras para contentar a minha despensa e o meu frigorífico, mas dificilmente me verão a gastar solas de sapatos em centros comerciais investindo em coisas que não me fazem falta nenhuma!

Inveja: Desejar atributos, status, posses e/ou habilidades de outra pessoa; Bem...aqui tenho que confessar algumas falhas no meu carácter...invejo, sim, corpos bem feitinhos, perfeitinhos, sem um centímetro a mais na barriga e nas ancas...invejo, sim, quem tem a capacidade de escrever páginas e páginas daquelas que não conseguimos parar de ler nem que a casa nos caia em cima...invejo, sim, quem tem a capacidade de pegar num lápis e desenhar...ah...como eu gostava de criar os desenhos à medida dos meus posts...(eu avisei que este pecado da inveja iria ser a minha vergonha!).

Ira: É a junção dos sentimentos de raiva, rancor e ódio. Por vezes é incontrolável; Nã...tirando algumas ocasiões em que os meus Filhos conseguem tirar-me do sério e em que a minha voz consegue sobrepor-se à maluqueira de quatro vozes, a ira como é aqui descrita não faz parte do meu dia-a-dia!

Soberba: Falta de humildade, alguém que se acha auto suficiente; Não me acho auto-suficiente, mas tenho a certeza que me acho muito independente. São coisas diferentes e, como tal, falta de humildade também me parece que não tenho. Desde muito nova que aprendi a contar comigo e a não depender de ninguém. Apesar de a opção de vida que tomei me ter tornado dependente financeiramente de outrém, a minha capacidade de contar comigo para tudo o que envolve o meu dia a dia é enorme. É com muita dificuldade que peço ajuda a alguém, não por falta de humildade, mas por falta de hábito :(.

Luxúria: Apego aos prazeres carnais; Oh meus Amigos...ele há alturas em que uma Mulher não é de ferro...e por muito que queiramos manter a decência e os bons costumes, a cabeça voa...

Preguiça: Aversão a qualquer trabalho ou esforço físico. Ah ah ah estava bem tramadinha se sofresse deste pecado...alguém quer vir filmar um dia normal da minha semana? Só para verem como é possível manter a forma sem ir ao ginásio!!!

E pronto! Já está!!! Espero que se divirtam com estas minhas confissões e que estejam à vontade para pegar neste desafio e tratarem dele nos vossos espaços! Eu agora vou dormir que amanhã o dia começa de noite :-)

9 comentários:

BlueVelvet disse...

Estás completamente absolvida.
Mas para dizer a verdade não me surpreende muito.
O único pecado que desconfiei que tinhas era o da gula por causa dos teus maravilhosos cozinhados.
Grave mesmo é gostares de caracóis:))
Beijokas

O2 disse...

Estas perdoada mulher! Até que para mim estas mais para santa que para pecadora!

:)))

Miepeee disse...

Mas que pouca vergonha que por aqui vai, seu apecadora, faca o favor de ir ja rezar 10 ave marias :)
Beijinho.

Filoxera disse...

Giro! E verdadeiro.
Beijos.

Vekiki disse...

Olá Meninas!
Não quero ser uma Santa, nem o sou :-). Mas a verdade é que tudo o que aqui está é verdade...
Velvet, a minha gula não se manifesta com a minha comida. Na realidade, na maior parte das vezes, quando chego à mesa, já estou tão farta da cozinha que nem me apetece comer. Onde a minha gula realmente se revela, sem se lembrar da balança, é noutras mesas, naquelas que não me obrigaram à cozinha!!!

Si disse...

Ora, ora,
também temos pecados por aqui...
Não revelou foi o seu pecado mais grave: o uso de super poderes para ter sempre organizada uma super família...
Beijinhos

Vekiki disse...

Si, se eu falasse nesses meus poderes estaria a cometer um pecado que abomino - a imodéstia! Cada um é como é e eu sou assim...não é um super poder, é uma característica minha :)

paulofski disse...

Fui buscar a mesma resposta que dei no blogue da Si:

Como estou com demasiada preguiça, vou resumir dizendo que o meu pecado é ter pecados a mais...

Thunderlady disse...

Eu pecadora me confesso, mas os meus pecados são diferentes dos teus. (Queres uns para troca se precisares? ;))

Gula: não sou gulosa, em nada, opto normlamente pelos salgados em detrimento dos doces, mas quando no meu estômago já não cabe um bago de arroz, memso que fosse o meu favorito frango de fricassé já não entraria nada. Nem farófias!

Sou assim um bocadinho avarenta, mas acho que no bom sentido, sou muito poupadinha, pode até ser para gastar em algo que ninguém compreenda, mas quando é para poupar é para poupar nem que a vaca tussa! Não gasto um tostão que não esteja devidamente orçamentado.
Digo avarenta no bom sentido porque não ando a cobiçar o que não é meu. Para ser frnaca o que é obtido sem luta não me dá "pica".

Quanto à inveja... tu tens noção do quanto poderás ser invejada?
Eu acho que a inveja é dos pecados mais estupidos que se podem cometer. Estúpidos porque na maioria são tão básicos, ahahah. Acho que se as pessoas se auto-avaliassem melhor não sentiriam tanta inveja.

A Ira.. acho que a ira é o meu grande pecado.Não pelo rancor, que não guardo, mas pelas raivas que me dão das pessoas. Também acho que se não ficasse assim com raiva de algumas pessoas ia guardar rancor. Portanto garantidamente a ira é o meu pecado. Até porque quando estou com raiva de alguma coisa sou capaz de dizer coisas que dcepois me arrependo muito. Sim, "olá, eu sou a Vanda e o meu pecado é a ira".

Soberba? Que é isso? Será que roça a arrogância? Bem, auto-suficiente não sou, se fosse não estaria aqui, não viveria ainda neste sítio, a esta hora estaria numa ilha deserta a auto-suficientar-me sozinha. Sou como tu nesse aspecto: independente. Mas não auto-suficiente. E por muito arrogante que soe não me julgo arrogante. No entanto este é um dos pecados que não sou a melhor avaliadora de mim mesma para me qualificar.
E a luxúria... resumista tudo muito bem, nada a acrescentar faço minhas as tuas palavras ;)

Preguiça... dada a descrição do pecado então não sou preguiçosa. MAs às vezes assimuma calanzice apodera-se de mim, eheheh


Bem, isto é que foi apoderar-me da caixa de comentários.

Não está diagnosticado pela igreja, mas o meu pecado nº 1 creio que seria falar pelos cotovelos!!

Blog Widget by LinkWithin