Grafia

A Autora deste Blogue optou por manter na sua escrita a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Tenho Medo...de Tremores de Terra

Eu e a minha Máquina,
Albufeira, Abril 2009


Nem a mais pesada estrutura de ferro, betão e aço resiste à força que a Terra tem dentro de si. É a força própria de quem é Mãe. As Mães têm uma força que as faz proteger as suas crias de tudo e de todos, enfrentando elas os perigos sem mostrar temor. A Terra quando treme mostra a sua força. O Homem não percebe contra quem é dirigida esta raiva que tudo estremece e faz cair e por mais que pense estar protegido e treinado para enfrentar situações deste tipo, acaba por terra, demonstrando a sua fraqueza, a fraqueza do filho que não entende a raiva da mãe.

A minha Avó tinha imenso medo de tremores de terra. Quando o calor vinha fora de época já ela tremia com medo de sentir a Terra tremer. Pegava no terço e rezava. Afligia-se.

Acabei de ver as notícias de Itália. Tenho medo também. Aflijo-me quando vejo edifícios a desmoronarem, o chão a abrir-se e a engolir carros e construções, pessoas presas debaixo de escombros, lutando para não passarem despercebidas a quem busca e salva.

Não tenho terço. Não sei rezar!

10 comentários:

BlueVelvet disse...

Também é a manifestação da fúria da natureza que mais me aterroriza.
Um horror.
Beijinhos

mjf disse...

Olá!
Esse medo eu partilho contigo...

Beijocas

pensamentosametro disse...

Receio tudo o que não posso controlar, sobretudo a mãe Natureza, mas não vivo aterrorizada. Sei que se não morrer de morte "morrida", será de morte "matada".


Bjos



Tita

mimanora disse...

É terrível a força da Mãe natureza. Mostra-nos como somos pequeninos...

Gi disse...

Também tenho muito medo.
Tenho medo principalmente que isto aconteça e que a família não esteja junta.
Tenho terço, sei rezar, mas não sei se servirá de muito nessa altura.

paulofski disse...

A terra vive, sob os nossos pés, sobre as nossas cabeças. Sacode, chora, sopra, explode de raiva. Não vivo no medo dos desastres naturais, mas receio a sua imprevisibilidade.

Thunderlady disse...

É uma força poderosa, sem dúvida. Uma limpeza a fundo.

Não precisas saber rezar para rezar: é uma coisa que não se aprende, sente-se.

bjoka

inês disse...

É assustador de facto! Tenho muitos se queres posso emprestar-te!

Maria disse...

Rezar... é falar.
Rezar... é agradecer.
Rezar é tambem pedir...

KILGORE disse...

Somos dois, então...

Blog Widget by LinkWithin